Auxílio acidente: É possível trabalhar?

Muitas pessoas ficam na dúvida se existe a possibilidade de trabalhar mesmo recebendo o Auxílio acidente.

Afinal de contas, existem outros benefícios como, por exemplo, o auxílio doença, que só é pago ao trabalhador enquanto o mesmo encontra-se impossibilitado de exercer suas funções por motivo de doença ou algum acidente que o incapacitou temporariamente.

Mas, no caso do auxílio acidente é diferente. E nesse post, falaremos um pouco mais sobre o assunto. Confira!

Como funciona o auxílio acidente

O auxílio acidente é um benefício de natureza indenizatória, pago ao trabalhador quando este apresentar sequelas parciais e permanentes em decorrência de um acidente, que diminua sua capacidade de trabalho.

Este benefício é pago assim que o contribuinte recebe alta, ou seja, quando ele retorna as suas atividades laborais, pois o mesmo só é concedido mediante a comprovação de capacidade laboral reduzida.

Portanto, é possível trabalhar, mesmo recebendo o auxílio acidente. Ao contrário de outros benefícios, o trabalhador não fica impedido de receber o dinheiro desse benefício caso volte a exercer sua atividade remunerada.

Entendendo na prática!

Vamos supor que o trabalhador sofreu um acidente de carro e teve que colocar pinos na perna. Por lei, nesse caso o trabalhador deve ficar afastado durante sua recuperação, e nesse meio tempo ele irá receber o auxílio doença.

Uma vez que você volte ao serviço, este benefício será cancelado.

Contudo, considerando que o acidente gerou uma sequela parcial e permanente, além do salário, o trabalhador também irá receber o auxílio acidente. Isso porque, o que a lei entende é que, como houve uma sequela, a força de trabalho do contribuinte acaba sendo prejudicada.

Por conta disso, o auxilio acidente surge como uma espécie de suporte financeiro para o trabalhador nessa condição.

Como é pago o auxílio acidente

O auxílio acidente é pago até véspera da aposentadoria. E o valor desse benefício equivale a 50% do salário do auxílio doença. Ou seja, se durante a sua recuperação o trabalhador recebia R$ 1.000 de benefício, agora ele passará a receber R$ 500.

E o que muita gente não sabe é que esses valores serão computados na aposentadora. Ou seja, o valor do benefício do salário de aposentado pode aumentar, porque o contribuinte recebeu auxílio acidente.

Vamos supor que o trabalhador recebesse R$ 1.000 de salário e mais R$ 500 de auxílio acidente, totalizando R$ 1.500, o valor que será computado pelo INSS em relação ao salário contribuição será esse valor de R$ 1.500.

Uma coisa importante em relação a esse benefício é que a Lei nº 9528/97 fez com que ele deixasse de ser vitalício. Ou seja, ao se aposentar, o contribuinte só receberá o salário referente a aposentadora, sem esse benefício acrescido.

Gostou do post? Ficou com alguma dúvida? Caso você queira saber mais sobre Auxílio Acidente, não deixe de procurar auxílio de um advogado previdenciário. Assim você receberá todas as orientações necessárias para a solicitação.

Para mais informações, agende uma conversa com os advogados especialistas da D’Aguiar Advogados Associados.

Fale com os Doutores pelo Whatsapp: (51) 99330-8766.

 

 

 

Notícias

Acompanhe aqui notícias e novidades sobre a D’Aguiar e o universo jurídico

Informe semanal 10-06-2019

Informe semanal 10-06-2019  Benefícios do INSS têm novas regras, de acordo com MP aprovada no Senadohttps://www12.senado.leg.br/noticias/videos/2019/06/beneficios-do-inss-tem-novas-regras-de-acordo-com-mp-aprovada-no-senadoDeixar de recolher a contribuição...

ler mais

Pente fino auxílio doença e aposentadoria por invalidez

Pente fino auxílio doença e aposentadoria por invalidez Recentemente, o Governo anunciou que vai fazer um pente fino auxilio doença e aposentadoria por invalidez.Essa decisão segue o corte de benefícios sociais determinado pelo Comitê de Monitoramento e Avaliação de...

ler mais

Agende uma conversa

Agende um horário com nossa equipe e saiba como podemos ajudar você!

Contato